A importância da mídia programática para suas estratégias digitais

A importância da mídia programática para suas estratégias digitais

Publicado em 25/11/2020

A importância da mídia programática para suas estratégias digitais.

Você sabe como funciona o processo de anunciar em sites? Quando entramos em um site específico e vemos um anúncio no topo, no final ou nos cantos da página, podemos ter uma certeza: a de que o anunciante pagou para estar ali. Contudo, enquanto isso exigia contatos diretos com os donos de cada site antigamente, hoje isso mudou — graças ao crescimento da mídia programática.

Na sequência deste texto, nós te falamos um pouco mais sobre ela. Explicamos o que é e como funciona e ainda listamos suas principais vantagens, mostrando por que a mídia programática é importante para suas estratégias digitais. Continue a leitura abaixo e confira!

O que é mídia programática?

O conceito por trás da mídia programática pode ser entendido a partir do que explicamos na introdução. Antigamente, quando uma empresa queria anunciar em um site específico, era necessário entrar em contato com os responsáveis pela página e negociar diretamente com eles. Durante essa conversa, definiam-se valores, tempo, tamanho e outros detalhes — de forma similar à que acontece com os outdoors e mídias físicas no geral.

Com a mídia programática, tudo isso mudou. Ela nada mais é que uma forma automatizada de adquirir espaços publicitários em toda a internet. Se hoje sua empresa pode se cadastrar no Google Ads e aparecer para usuários tanto no Google quanto em outros sites parceiros, sem que você precise entrar em contato direto com cada site, isso só é uma possibilidade graças à mídia programática.

Provavelmente as duas maiores vantagens da mídia programática para os anunciantes são a economia de tempo — visto que todo o processo é feito automaticamente por meio de um software —, e a possibilidade de ser muito mais assertivo — já que o sistema se baseia em dados para mostrar os anúncios ao público correto.

Para entender o quanto a mídia programática tem se mostrado como uma ótima solução às empresas, basta analisar os números disponíveis. De acordo com a IAB Brasil, somente em 2016 quase 17% de todos os investimentos em anúncios digitais no Brasil foram em mídia programática. Para se ter uma ideia, isso representa quase 2 bilhões de reais.

4 vantagens que mostram por que a mídia programática é importante para suas estratégias digitais

Como citamos, existem duas vantagens muito claras da mídia programática; mas elas não são as únicas. Acompanhe os 4 principais benefícios deste tipo de mídia:

Economia de tempo

O primeiro benefício que citamos foi a economia de tempo. Ao optar por mídia programática e usá-la frequentemente, nem você e nem seus funcionários precisarão perder tempo com o contato direto com os responsáveis por um site para anunciar nele. Tudo isso passa a ser feito automaticamente pelos softwares escolhidos.

Com isso, o tempo que seria aplicado em negociações pode ser utilizado em atividades que façam mais sentido para a atuação da empresa. Tanto direta quanto indiretamente, a mídia programática aumenta a produtividade dos colaboradores.

Maior assertividade

Você pode até achar que conhece seu público, sabe onde ele está e que sites ele acessa. E você até pode estar certo dependendo da situação. Porém, você também pode estar errado. No final das contas, é impossível ter a certeza de quem é o público-alvo sem a avaliação de dados realmente mostrem isso.

E é justamente graças à coleta de dados que a mídia programática é muito mais assertiva. Através do uso de cookies, ela reúne informações de tráfego dos usuários. Com isso, ela se torna capaz de entregar os anúncios que mais tenham a ver com os interesses de cada um.

Neste cenário, tanto a empresa quanto o consumidor ganham — já que a empresa estará aparecendo para quem mais se interessa e os usuários receberão anúncios que condizem com suas particularidades.

Menor custo

Alguns fatores fazem o custo de investimento ser menor na mídia programática. O primeiro deles é o sistema de leilões. Enquanto as negociações convencionais contavam com preços fixos pré-definidos, no leilão eles estão sempre variando, quase sempre diminuindo.

Além disso, uma quantidade de inserções maior pode fazer o valor por inserção ficar ainda mais reduzido também. Por fim, há o fator exibição. Você só estará pagando quando os usuários estiverem sendo impactados, isto é, o valor é calculado em cima da quantidade de visualizações.

Possibilidade de monitoramento

Ao trabalhar com anúncios, como você pode ter certeza de que eles estão funcionando? Na mídia convencional, existe forma de saber exatamente quantas pessoas viram sua empresa e prestaram atenção nela? Este sempre foi o principal problema da mídia tradicional.

Com a mídia digital e, principalmente, a programática, os softwares utilizados fornecem uma variedade de relatórios. Com eles, é possível saber com precisão quantas pessoas viram o anúncio, por quanto tempo elas ficaram na página e quantos usuários clicaram no anúncio e foram levados para outra página.


A E/UP, nossa vertical de inteligência e performance, oferta as plataformas mais atuais do mercado para automatizar ações e garantir mais assertividade em todas as suas estratégias de mídia programática. Agende uma conversa conosco!